quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Latino se revolta com acusação de estupro de menor

Uma menina de 13 anos garante que o artista a violentou e o processa na Justiça


Destaque da Matéria

Latino terá que prestar esclarecimentos
na Justiça sobre o caso
Foto: AgNews

Triste, perplexo e revoltado... Nos últimos dias, é assim que o cantor Latino afirma estar se sentindo por causa de uma acusação gravíssima: o suposto estupro de uma menina de 13 anos, em 2007. Ele aguarda intimação da Justiça mineira para depor no Rio de Janeiro, onde reside, e assegura que quer resolver a situação o mais rápido possível e provar sua inocência.

A queixa de violência sexual foi feita em janeiro de 2008. E, de acordo com assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, o crime teria acontecido após um show que o ídolo realizou em julho de 2007, no município de Liberdade (MG). A ação corre em segredo de Justiça por se tratar de uma menor de idade (que hoje está com 16 anos). Assim, a identidade dela deve ser preservada.

Em breve, Latino será ouvido no Rio e seus argumentos, encaminhados ao estado mineiro, onde o juiz dará continuidade ao processo, ouvindo eventuais testemunhas. A assessoria de imprensa do Tribunal do Rio de Janeiro informou que Latino não recebeu o comunicado antes pois o endereço do cantor registrado no Tribunal de Justiça de Minas Gerais não estava correto.

Cantor nega a acusação

Os assessores do astro comunicaram à nossa reportagem que ele nega qualquer acusação de ter feito sexo à força com uma menor de idade em seu camarim. "O cantor, como pai de três meninas menores de idade (Dayana, Amanda e Suzanna) e companheiro de uma jovem mulher (Mirella Santos), repudia qualquer tipo de violência, inclusive sexual, notadamente contra crianças e mulheres. Assegura ainda que em todos os seus shows recebe sempre amigos, conhecidos e fãs em seu camarim, esses últimos escolhidos por ordem de chegada, sempre em pequenos grupos. Assim sendo, o fato noticiado pela imprensa nos últimos dias é impossível." Ainda de acordo com a assessoria, Latino já teria mobilizado seus advogados e estaria tranquilo, pois, ao final das investigações, ficará comprovado que não é culpado.

De acordo com o advogado do músico, Bruno Gomes, a defesa do seu cliente vai ser apresentada assim que ele receber a carta precatória, convocando-o para prestar depoimento. E comenta: "Latino encontra-se perplexo com essa acusação por sempre ter sido muito querido pelo seu público. Ele está muito triste por imaginar que isso possa fazer parte de um plano para prejudicá-lo."

Muito abalado com a repercussão do escândalo, o artista expressou toda sua tristeza por meio da sua página no Twitter: "Nossa, gente, sem comentários essa acusação. O que eu não quero para minha filha eu não quero para filha dos outros! Muito triste mesmo. Será que agora eu vou ser obrigado a proibir a entrada de menores no meu camarim para tirar fotos? É o fim do mundo! Estou megatriste com essa acusação e espero poder colaborar com a Justiça no que for digno para tirar das minhas costas essa inverdade. Obrigado a todos os meus fãs por acreditarem em mim. Vou ficar ausente por um tempo até essa poeira baixar. Que país é esse? Lamentável."

Na quinta-feira, 29 de julho, Mirella Santos, que está casada com o cantor há quase seis anos, desabafou sobre o caso em um salão de beleza na Barra da Tijuca, no Rio. Uma fonte de TITITI contou que a repórter do TV Fama teria comentado que a acusação era absurda e que, provavelmente, alguém estaria querendo armar para cima do marido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...