sexta-feira, 22 de abril de 2011

Juliana Paes apresenta o filho Pedro, de 4 meses!


Amamentar faz muito bem, seja ao bebê ou a mamãe, que volta a forma antiga mais rápido. E Juliana Paes está ai para não nos deixar mentir.
Mas a estrela da nova campanha de amamentação do Ministério da Saúde e da Sociedade Brasileira de Pediatria é Pedro, o filho de quatro meses da atriz. A mãezona, que  pretende amamentar o baixinho até os dois anos de idade, disse que “seus melhores momentos” com o filho são durante a amamentação. “Quando ele acaba de mamar, suspira olhando para mim e sorri, eu me sinto a mulher mais poderosa do mundo”, disse. Alguém duvida?

VÌDEO DO DIA: Britney Spears - Hold It Against Me

Filme: A Garota da Capa Vermelha


Elenco: Amanda Seyfried, Lukas Haas, Gary Oldman, Billy Burke, 
Virginia Madsen,
Julie Christie, Michael Shanks, Shiloh Fernandez.
Direção: Catherine Hardwicke
Gênero: Suspense
Duração: 100 min.
Distribuidora: Paris Filmes
Estreia: 21 de Abril de 2011
Sinopse: Em 'A Garota da Capa Vermelha', Amanda Seyfried é Valerie,
uma bela garota ligada a dois homens. Está apaixonada pelo melancólico
 forasteiro Peter, porém seus pais a prometeram em casamento ao rico
Henry. Inconformados com a situação, Valerie e Peter planejam fugir, 
até que tomam conhecimento de que a irmã mais velha de Valerie foi 
morta pelo lobisomem que vaga pela escura floresta que rodeia o 
vilarejo
onde moram.
Ao longo de anos, as pessoas mantiveram uma difícil trégua com a fera, oferecendo-lhe mensalmente um animal em sacrifício. Mas sob uma lua 
cor de sangue, o lobisomem desrespeita o acordo, tirando uma vida 
humana. Sedenta de vingança, a população recorre a um famoso 
caçador de lobisomens, o padre Solomon, com a intenção de matar o
monstro.Ocorre que a chegada de Solomon provoca conseqüências inesperadas,pois ele alerta que o lobisomem assume forma humana 
durante o dia,podendo ser qualquer um deles.
O número de mortes cresce a cada lua, e Valerie começa a desconfiar
que o lobisomem pode ser alguém que ela ama. O pânico toma conta de
todos e ela descobre que tem uma ligação singular com o monstro - que
os une inexoravelmente, tornando-a ao mesmo tempo suspeita...e isca.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Teatro: ENCONTROS E DESENCONTROS

Cena de "Cozinha e Dependências"/Vicente Mello

BIANCA BYINGTON E SILVIA BUARQUE DEVIDEM O PALCO DO TEATRO POEIRA

Entre o desejo e a realização foram oito anos de dedicação. No processo, a atriz Bianca Byington multiplicou habilidades e estreou papéis inéditos em sua carreira: o de produtora e diretora: “Fui acumulando as funções naturalmente, na medida em que fui me envolvendo e tomando conta do projeto”. Como desdobramento, decidiu montar não uma, mas duas peças de Agnès Jaoui e Jean-Pierre Bacri: “Cozinha e Dependências” e “Um Dia Como os Outros”, em cartaz até junho no Teatro Poeira. 

Dividindo a direção com Leonardo Netto, Bianca reuniu um único elenco para as duas montagens, numa experiência que remete às antigas companhias de repertório, um acaso bem-vindo: “Eu tenho uma certa nostalgia desse teatro que nunca vivi”, confessa Bianca. Acompanhando (e incentivando) a gestação do projeto, a amiga de longa data Silvia Buarque, que atua nos espetáculos e também vê na oportunidade de encenar duas peças um prazer adicional: “É um sonho para todo ator viver essa experiência”. 

Completam o elenco Kiko Mascarenhas, Leandro Castilho, Márcio Vito e Analu Prestes (a única que atua apenas em uma delas, “Um Dia Como os Outros”). As tramas, independentes, apresentam um atrativo a mais quando assistidas nas sessões duplas, aos fins de semana, pois revelam um tanto da carpintaria (e da magia) teatral. Observa-se a versatilidade dos atores assim como a metamorfose do cenário e figurinos, que inscrevem as ações em lugares distintos, porém indefinidos: “As duas peças são perfeitamente atuais por tratarem de relações afetivas, e poderiam se passar em qualquer cidade do mundo ocidental”, afirma Bianca.

Uma dramaturgia elegante e despretensiosa, que revela e o humor e a dor ocultos na banalidade de nossas vidas. Assim Bianca Byington define os textos da dupla de autores franceses, em que momentos de conflito e tensão não deixam de ser também hilários. Premiados e montados em diversos países, os textos de Jaoui e Bacri são encenados pela primeira vez no Brasil. O trabalho mais conhecido da dupla pelo público brasileiro é filme “O Gosto dos Outros”, indicado ao Oscar de Filme Estrangeiro em 2001.
“Cozinha e Dependências” narra o encontro de cinco de amigos que a vida cuidou de afastar durante dez anos. Uma situação propícia para desencadear ações e reações surpreendentes, como aponta Bianca: “O reencontro deflagra a insatisfação dessas pessoas com a própria vida; as idealizações, as ilusões e preconceitos que permeiam as relações e vêm à tona”. Para Silvia Buarque - que vive Charllote, uma jornalista bem-sucedida, mas ainda assim ofuscada pela fama do marido – a peça também proporciona uma reflexão sobre a fama na sociedade atual: “Não é uma crítica superficial, mas sobre como a fama desestabiliza as relações”.
“Um Dia Como os Outros” tem em seu núcleo uma família que se encontra para celebrar o aniversário de um dos membros, só que a demora da aniversariante desencadeia a primeiras discussões da noite. Grosserias, presentes equivocados e acusações de parte a parte expõem a complexidade e a tênue harmonia das relações familiares. Silvia vive Betty, a caçula de três irmãos, inteligente e sagaz na análise dos outros, mas cuja baixa autoestima dificulta a compreensão de suas próprias carências. Sílvia ressalta a como o texto joga luzes sobre os pequenos dramas cotidianos, em que fica claro que “o inferno somos nós”. A atriz comemora a reação da plateia, que não economizou gargalhadas nas primeiras apresentações: “Foi uma grata surpresa, porque não é uma comédia rasgada, mas as pessoas percebem e apreciam também esse humor que não é óbvio”, conclui Silvia. 

Bianca Byington também destaca a maneira ao mesmo tempo leve e perspicaz e como as peças tratam das relações pessoais, com uma mistura de “humor com amor”. Para a atriz, diretora e produtora, é não apenas possível mas desejável divertir-se enquanto lidamos com as dificuldades da vida: “Acredito profundamente que só o humor salva”, defende Bianca.

Rebelde Br pode ficar até 3 anos no ar



A Record trabalha com um prazo longo para a novela “Rebelde”. Se a versão brasileira da trama adolescente da Televisa for bem de audiência, a emissora pretende fazer com que ela fique no ar por até três anos. Caso contrário, serão mantidos os 220 capítulos inicialmente previstos, correspondentes a primeira temporada. Ou seja: o folhetim será exibido por pelo menos um ano.

Quanto ao boato de que a emissora pretende realizar o remake de “Maria do Bairro”, ainda não há nada confirmado. Uma vez que, caso a novela teen fique mesmo três anos no ar, vai demorar para produzir uma substituta.

Até agora, “Rebelde” tem oscilado entre 8 e 10 pontos segundo a medição do Ibope. Mas a Record entende que ainda pode melhorar.

domingo, 10 de abril de 2011

Looks da festa de Cordel Encantado

O post saiu mais tarde. Mas, foi por um motivo nobre. Queria contar para vocês o “De onde vem?” dos looks das atrizes. Não preciso dizer que Giovanna Ewbank tombou com todas, né? Fala sério! Agora, Cláudia Ohana conseguiu uma proeza. Ela destruiu um vestido lindo da Martha Medeiros. O que é isso Brasil.Alguém aperta a tecla SAP?

Insensato Coração: Wanda esbofeteia Neném

A perua descobre que foi enganada e não perdoa a tia trambiqueira


Wanda vai exigir o dinheiro que perdeu de volta
Foto: Divulgação/Rede Globo
Em dificuldades financeiras, Wanda (Natália do Vale) se aproveita da ausência de Raul (Antônio Fagundes), que está no Chile, para vender um quadro famoso que o casal mantém na sala de casa. Como Neném (Ana Lúcia Torre) possui uma cópia da obra, Wanda pede que a tia aceite lhe vender a reprodução, garantindo: Raul não desconfiará da troca. Tia Neném concorda e, muito solícita, se oferece para levar a tela original até o leilão.

Horas mais tarde, ela aparece nervosa, dizendo que se enganou e levou a cópia, e quase foi presa. Wanda acredita, e toda feliz, Neném embolsa o dinheiro da venda do quadro. Só que Wanda acaba descobrindo que a pintura verdadeira foi realmente arrematada no leilão e esbofeteia a tia, exigindo o dinheiro. Raul volta ao Brasil justamente nesse momento de tensão e, apesar de decepcionado com Wanda, obriga a tia a se retratar e, sobretudo, devolver a grana alta à ex-companheira.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...