quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Israel Lucero não quer ser o novo Luan Santana

Vencedor do Ídolos só pensa em fazer sucesso e melhorar a vida da família



Destaque da Matéria

"Não vou deixar a poeira baixar", garante o novo astro sertanejo
Foto: Roberto Borges

Na noite de quinta-feira, 23, quando venceu o Ídolos da Record, numa final emocionante no Via Funchal em São Paulo, Israel Lucero, de 16 anos, pensou em duas coisas: "Minha vida, acaba de mudar para sempre. E daqui pra frente, poderei dar uma vida melhor à minha família!", contou ele à TITITI no dia seguinte, quando a ficha ainda estava caindo e a emoção continuava à flor da pele.

Dono de uma voz linda e de um inegável talento musical, Israel tem segurança e tranquilidade para seguir uma belíssima carreira. Afinal, ele foi escolhido pelo público o melhor dos 43 mil inscritos para o reality show. Garra e disposição para chegar lá não faltam ao garoto como ele mostra na entrevista a seguir:

O que espera que aconteça com você a partir de agora?
Ganhei um contrato com a gravadora e meu CD deverá sair ainda este ano. Farei meu primeiro show em São Borja (RS), minha terra natal no próximo dia 10/10 e fui convidado pelos meus ídolos Zezé Di Camargo e Luciano para cantar com eles no Rio de Janeiro nos dias 15 e 16. Não vou deixar a poeira baixar. Quero conquistar o Brasil, ganhar a vida cantando é o meu maior sonho.

Você se lembra da primeira vez que cantou em público?
Foi aos 5 anos. Eu cantei Um Sonhador, de Leandro & Leonardo. "Onde o vento me levar. Vou abrir meu coração..." (Cantarolando). E ganhei o festival amador no colégio das freiras em São Borja.

Como você começou a cantar sertanejo?
Ninguém canta na família, mas meus pais e tios sempre ouviram os sertanejos. Meu pai (o pedreiro Cláudio Lucero) me incentivou desde sempre. Estudei violão sozinho e até faço umas composições, mas meu negócio é mesmo cantar.

Você mora com sua família em Itajaí (SC), não é?
Sim saímos do Rio Grande do Sul há dois anos, procurando melhorar de vida. Moramos de aluguel numa casa simples, meu pai, minha mãe (a dona de casa Leila Machado), minhas irmãs, Elisandra, 15 anos, e Alexandra, 14, e eu. Assim que puder, comprarei uma casa pra gente. E pretendo me mudar para São Paulo para seguir em frente com a carreira.

O que você aprendeu participando do Ídolos?
Tudo, tudo, tudo... Como cuidar da voz, como me situar diante das câmeras, a interagir com o público. Cresci musicalmente, conheci outros estilos, até cantei bossa nova, jovem guarda... Cresci até fisicamente. Cheguei com 1,50 e estou com mais 5 cms. (risos).

Você fez amigos?
Sim, a convivência foi muito legal. Criamos amizade, principalmente eu e o Tom Black (com quem ele disputou a final do programa).

Nestes quatro meses de confinamento, do que você mais sentiu falta?
Da família, dos amigos, de casa, da comidinha da mamãe. O que mais gosto é do frango com galinha e da torta de bolacha.

Como você se vê no futuro?
Quero fazer sucesso, ter saúde, estabilidade financeira, passear muito, ser feliz.

Além da sua família, sua namorada também ficou orgulhosa do seu sucesso?
Eu não tenho namorada, mas estou querendo ter...

Como é a namorada ideal?
Uma garota que goste de mim e não seja interesseira. Pode ser loira ou morena, desde que seja bonitinha!

Durante o Ídolos você ficou com alguém?
Fiquei sim, mas não posso dizer com quem e já passou.

Você vai na trilha do Luan Santana?
Não tem nada a ver. Meu estilo é mais de raiz e o dele é universitário. Se bem que posso seguir os passos dele, sim, qual é o problema? Vou cantar o que quiser, o que gostar, o que o público pedir... Eu me prometi que nunca perderei o meu jeito de ser, minha humildade. Mas tomara que eu faça tanto sucesso como ele!

Um comentário:

  1. amo esse menino ja fui trabalhar com sono só por causa dele! israel eu te amoooooooO!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...